Histórias da Ajudaris 2016


book illustrations
for Ajudaris
2016

O Projeto “Histórias da Ajudaris” é uma iniciativa de incentivo à leitura, à escrita e de ajuda aos que mais precisam. O livro é uma casa encantada que junta contos escritos por 7000 crianças autoras orientadas por professores generosos em contexto de sala de aula. Os contos são pincelados por artistas iluminados. Os fundos conseguidos com a venda dos exemplares revertem em prol dos projetos sociais em desenvolvimento.

A menina que gostava de ajudar

Era uma vez uma menina que era muito solidária.
O nome dela era Matilde.
A Matilde gostava muito de ajudar as pessoas que precisavam: pessoas pobres, idosas, doentes...
Um dia ela ajudou um idoso a atravessar a rua na passadeira, pois ele andava muito devagar e os condutores dos carros não o deixavam passar e quando ele tentava quase lhe passavam por cima.
A Matilde chegou a casa muito apreensiva.
Por um lado estava feliz por ter ajudado aquele senhor de idade, mas por outro ficou muito triste com a reação das pessoas que conduziam os carros.
Ela não percebia como é que as pessoas conseguiam ser tão insensíveis e egoístas. Só se preocupavam com elas mesmas e eram incapazes de ver quem precisava de auxílio e de ajudar essas pessoas.
A menina pensou tanto nisso, que resolveu tomar uma atitude. Falou com os pais, pediu-lhes conselhos e resolveu tornar-se voluntária numa instituição que ajudava as pessoas mais necessitadas.
Nessa instituição Matilde distribuía roupas, comida, medicamentos e outras coisas essenciais por quem mais precisava.
Também fazia companhia a pessoas que viviam sozinhas e, às vezes até as ajudava a tratar das coisas delas, quando elas não podiam.
Matilde sentia-se muito feliz com aquilo que fazia. Ela dizia que era muito melhor do que estar em casa a ver televisão ou a jogar computador.
Na escola a Matilde começou a contar aos amigos o que fazia e a tentar convencê-los a ser mais solidários e a fazer o mesmo que ela.
De início eles não gostaram muito da ideia mas, aos poucos e poucos, lá se foram convencendo.
Passado pouco tempo grande parte dos amigos da Matilde já eram voluntários em diversas instituições de caridade e à medida que iam passando palavra cada vez mais meninos e meninas aderiam a esta ideia e todos se sentiam muito felizes por ajudar.
A Matilde diz muitas vezes que “ser solidário torna todos felizes, os que são ajudados e os que ajudam, porque fazer bem aos outros dá-nos uma imensa alegria”. 

Texto elaborado pela turma do 5º C do Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste
Ano letivo 2015/2016